The Town

Paulo

The Town: O novo festival dos criadores do Rock in Rio com estreia marcada para 2023…

The Town: O novo festival dos criadores do Rock in Rio com estreia marcada para 2023

Um projeto 100% idealizado pelos criadores do Rock in Rio que irá decorrer em São Paulo, nos “anos ímpares”. A estreia já está marcada para os dias 2, 3, 8, 9 e 10 de setembro de 2023 e o público vai poder contar com um lineup recheado de artistas locais e internacionais, entre eles Iza e Criolo, espalhados pelos seis palcos de um recinto de 350mil m2.
Com a estimativa de movimentar 1,2 mil milhões de reais, o evento que homenageia e se inspira na cidade de São Paulo realiza a sua primeira edição no Autódromo de Interlagos, totalmente preparado para receber cerca de 600 mil pessoas ao longo de cinco dias.
Agora é oficial: The Town, o novo festival dos mesmos criadores do Rock in Rio, está confirmado para setembro de 2023. Trata-se de um projeto de música e cultura que pretende celebrar a mistura cultural e as histórias fascinantes que se encontram nas constantes manifestações artísticas da cidade de São Paulo. Agendado para 2023 na capital Paulista – mais concretamente no Autódromo de Interlagos -, o evento propõe-se a reunir, já na sua primeira edição, cerca de 600 mil pessoas em mais de 230 horas de música, com apresentações de alguns dos principais nomes da música mundial.

Segundo Roberto Medina, criador e Presidente do Rock in Rio e do The Town, a efervescência da cultura paulista será o grande fator de atração do festival. “Sonhava em fazer um evento em São Paulo, mas precisava que este fosse a «cara» da cidade. É um enorme prazer e uma responsabilidade ainda maior idealizar e produzir um evento tão grandioso, um projeto único, à altura desta grande cidade, que foi a inspiração para a criação de The Town. São Paulo atrai gente que sonha, como eu. É uma cidade multicultural, vibrante e intensa. Da arquitetura à literatura, da poesia às artes plásticas, da música às performances artísticas, tudo é resultado de uma saudável mistura de diferentes culturas. É com essa inspiração que nasce The Town que, já no seu lançamento, estará entre os maiores eventos de música e entretenimento do mundo”.

O The Town representa um investimento de, aproximadamente, 300 milhões de reais para garantir um evento com a mesma qualidade e sofisticação que o Rock in Rio habituou o público, não só em termos de estruturas, implementação mas, também, na qualidade da oferta de entretenimento e do lineup.

Por outro lado, este investimento representará um impacto positivo significativo na economia da cidade, sendo expectável que movimente, logo na sua primeira edição, 1.2 mil milhões de reais no Estado de São Paulo, gerando mais de 27 mil empregos e auxiliando, diretamente, a recuperação de diversos setores na pós-pandemia.

Uma Cidade que não dorme: The Town oferece entretenimento para todos
Numa conferência de imprensa que aconteceu ontem, em São Paulo, o formato e conteúdos do The Town começaram a ser revelados. Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio e do The Town, começou por explicar que o projeto “nasce inspirado na cidade de São Paulo e vai ser realizado com todo o nosso expertise em produzir experiências inesquecíveis para os fãs. Vamos reunir magia e entretenimento ao retratar uma cidade que é referência de diversidade, música, arte e cultura”.
É num recinto que conta com uma área de 350mil m2 que se erguerá a futura Cidade da Música – nome que Interlagos vai receber durante o período do festival. Aqui existirão seis palcos e mais alguns espaços e atrações que representam um verdadeiro encontro e celebração das mais variadas tribos e movimentos culturais da cidade, com uma cenografia totalmente inspirada na arquitetura, cultura e nas pessoas da cidade – paulistanos de nascimento ou de coração.Para o The Town estão já confirmados os primeiros artistas dos palcos que vão compor a Cidade da Música: Iza e Criolo, as vozes das músicas-temas do festival. Os dois cantores, que também marcaram presença na conferência de imprensa, apresentaram juntos, pela primeira vez, as canções que moldam a identidade do The Town.O Palco ‘Skyline’ será o maior palco do evento e tem o seu design inspirado nos prédios emblemáticos da capital. Receberá quatro concertos por dia, com a presença de grandes bandas nacionais e internacionais, incluindo o tradicional fogo de artifício sincronizado, tanto na abertura como no encerramento do palco.

O Palco ‘The One’ tem como inspiração a arte urbana de São Paulo, com o “graffiti” como um dos principais representantes. A cenografia será realizada com contentores marítimos e grafismos de diversos artistas locais. Neste espaço esperam-se conteúdos exclusivos do festival, através de encontros e apresentações produzidas à medida. As bandas consagradas e os novos artistas devem consolidar o tom de diversidade de ritmos em espetáculos únicos e inesquecíveis.

O ‘New Dance Order’, palco dedicado à música de pista que fez a sua estreia na última edição do Rock in Rio no Rio de Janeiro, desembarcará em 2023 no The Town. A sua proposta diferenciada estabelece a ligação entre o ser humano e a música, a partir de sensações vividas neste ambiente. Nesta narrativa totalmente futurista, a palavra de ordem é “dançar” e as batidas serão as mais variadas – passando pelos géneros house, techno, trance, bass, trap, EDM e outros beats eletrónicos.

Apresentado como o espaço que irá recolher o maior número de selfies dentro da Cidade da Música, a ‘São Paulo Square’ virá inspirada na região em que a Cidade foi fundada e irá reunir alguns dos seus principais ícones históricos, como a Catedral da Sé e a Estação da Luz, embalados ao ritmo de muito jazz e blues. Num cenário monocromático a arte predominará, com performances artísticas, música, dança e o colorido das obras, que tomará conta da plateia.

Inspirado nos antigos galpões das fábricas que ajudaram a elevar o nome de São Paulo, o ‘Factory’ trará o mood da cultura urbana e terá performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap – que estão entre os estilos de música mais ouvidos da Cidade.

Além dos palcos, o evento contará com a ‘Arena Metrópolis’, um espaço que recebe um musical criado exclusivamente para o The Town e que se vai espelhar no espírito do festival. Ao longo do dia, são diversas as sessões que prometem impactar a plateia.

A homenagem não estaria completa sem a presença da gastronomia paulista. O ‘City Market’ será o espaço gourmet, com deliciosos cardápios criados exclusivamente para o The Town e assinados por conceituados chefs, bares e restaurantes que mostrarão a razão pela qual São Paulo é a capital gastronómica do Brasil.

O festival conta ainda com a ‘Área VIP’, preparada para receber 5 mil pessoas por dia, num espaço climatizado com um buffet assinado por um chef de renome e ainda um bar exclusivo. Esta contará com estacionamento e acessos exclusivos para o evento.

Após apresentar os espaços e conteúdos da Cidade da Música, Roberta Medina pontuou a importância da indústria da música ao vivo para as pessoas. “Acreditamos no poder do entretenimento e da cultura como pilares fundamentais de uma sociedade. A nossa crença só se fortaleceu durante a pandemia – período em que testemunhámos o quanto fez falta o «ao vivo» na vida das pessoas. Com o Rock in Rio a acontecer em 2022 e o The Town em 2023, vamos proporcionar ao público experiências únicas e inesquecíveis que vão colmatar a falta que fizeram nos últimos dois anos”.

E à semelhança do Rock in Rio, o primeiro grande evento de música do mundo a ser certificado com a ISO 20121 – Eventos Sustentáveis e que é carbono neutro há 15 anos, também o The Town irá promover uma outra conversa relevante junto do público: a da sustentabilidade.

“Vamos não só replicar, como ir mais além de todos os compromissos e metas já estabelecidas pelo Rock in Rio no que diz respeito à sustentabilidade. Vamos participar, aquecer o debate e dar voz a soluções e exemplos de como uma grande cidade pode ser sustentável – económica, ambiental e socialmente”, conta Roberta Medina. “Hoje, um dos pilares do Rock in Rio é o que marca Por Um Mundo Melhor a partir das diversas ações socio ambientais que realiza.

Assumimos este compromisso em 1985 e, desde então, não parámos mais. Com o The Town não será diferente e ainda teremos a oportunidade de expandir as ações realizadas. São Paulo tem como princípio no seu ADN fazer acontecer, assim como nós. O público pode esperar por projetos grandiosos, como esta cidade merece” acrescenta a Vice Presidente.

Créditos Fotos : Fernanda Tiné / I Hate Flash

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscribe!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Next Post

Boas Festas em família com a Quinta das Lágrimas

O Hotel Quinta das Lágrimas, uma histórica casa de família a comemorar 25 anos de operação hoteleira...

The Town

Tempo de leitura: 6 min
0