Rock in Rio Lisboa

Paulo Pontes

Rock in Rio, Nações Unidas e a Câmara Municipal de Lisboa desafiam artistas urbanos a “pintarem” a Sustentabilidade…

Rock in Rio, Nações Unidas e a Câmara Municipal de Lisboa desafiam artistas urbanos a “pintarem” a Sustentabilidade

A parceria entre o Centro Regional de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC) e o Rock in Rio pretende promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) através da arte, reconhecendo o papel do festival na promoção da sustentabilidade.

As duas entidades desafiaram a Galeria de Arte Urbana da Câmara Municipal de Lisboa a fazer a curadoria de artistas para ilustrar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – e os temas explorados pelo festival nesta edição – em vários murais da autoria de artistas urbanos portugueses espalhados pela Cidade do Rock: Mafalda MG, MIUDO, EFFE, C’Marie, Egrito, 2CarryOn, Jaqueline Arashida e Los Pepes.

Após o festival os murais serão leiloados no já tradicional Leilão Solidário que o festival promove a cada edição, juntamente com guitarras autografadas por vários artistas e bolas de futebol oficiais que a Liga Portuguesa de Futebol irá doar, assinadas por grandes nomes do futebol português. O montante angariado reverterá na totalidade para dois projetos: um de reflorestação numa zona de baldios em Fafião e Pincães, no Concelho de Montalegre; e um projeto de sensibilização nas escolas para a proteção dos oceanos e de limpeza de praias envolvendo a comunidade e as escolas.

Numa parceria inédita, o Rock in Rio, o Centro Regional de Informação das Nações Unidas e a Câmara Municipal de Lisboa aliam-se na disseminação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e dos grandes temas que dizem respeito à construção de um mundo melhor. Trabalhando há mais de 20 anos “Por um mundo melhor”, esta edição o festival dá ainda mais palco aos temas da sustentabilidade trabalhando-os nos seus vários espaços como a Pluralidade na Rock Your Street, os desafios das Cidades do Futuro no Galp Music Valley, a Alimentação Sustentável no Continente Chef’s Garden, entre outros alinhados com os ODSs da ONU.

Para materializar estas conversas, o UNRIC e o Rock in Rio Lisboa desafiaram a Galeria de Arte Urbana da Câmara Municipal de Lisboa a fazer a curadoria de artistas para reinterpretar estas temáticas através da arte, resultando em seis murais espalhados pela Cidade do Rock. No total, são 350m2 de cor que, pela mão de diferentes artistas urbanos, abordando a preservação da natureza e do ambiente, a inclusão e o mundo plural, o papel da sustentabilidade nas sociedades do futuro e a alimentação sustentável. 

Junto ao Continente Chef’s Garden, as obras expostas são da autoria de Mafalda MG, que já viu o seu trabalho em diferentes exposições e cujas peças de arte urbana poderão ser vistas em diversas zonas da Cidade de Lisboa, e de MIUDO, um artista de Street Art que assenta o seu trabalho na pintura de realismo, tendo iniciado o seu percurso nas artes em 1999 com o grafitti.

No Bosque, o mural é da autoria de EFFE, um artista multidisciplinar do Alentejo que, no seu trabalho, procura ilustrar as interações entre o ser humano e o ambiente que o rodeia. Já no Galp Music Valley a arte é feita pela dupla C’Marie e Egrito, dois artistas visuais portugueses que formam o coletivo Dúbio e unem, na sua arte, a ilustração e o design.

Na Rock Your Street, na zona norte, os murais são pensados, desenhados e pintados por 2CarryOn, artista que cresceu num contexto rural e, quando chegou a Lisboa, desenvolveu o gosto pelas letras, com envolvimento nas subculturas urbanas e no movimento do graffiti. Na zona sul da mesma rua, os murais são assinados por Jaqueline Arashida, artista visual brasileira que mistura as suas raízes com as de outras terras, representando corpos, rituais e a formas em constante movimento, e por Los Pepes, dupla de artistas visuais portugueses ligados às artes plásticas e ao design, com um trabalho principalmente focado na arte urbana e na pintura.

Em cada um destes murais existiráum QR Code onde consta informação relativa aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, mostrando-nos a situação de Portugal em cada um dos pontos, as iniciativas que o festival já implementa na busca desses objetivos e, ainda, dicas simples de comportamento que cada um deve adotar no seu dia-a-dia, contribuindo para estes mesmos objetivos.

Para o Centro Regional de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC), esta parceria pretende sensibilizar o grande público, através da criatividade artística, para a urgência de se adotar um novo paradigma centrado na sustentabilidade, valorizando e protegendo as pessoas e o planeta.

 Para o assessor de Comunicação da ONU para Portugal, António Ferrari, “o Rock in Rio é um aliado da ONU na promoção dos princípios da Agenda das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, não só ao dar visibilidade aos grandes temas relativos à humanidade, como inclusão, direitos humanos, diversidade, igualdade de género, alterações climáticas, como tem também demonstrado, ao longo dos últimos anos, um esforço notável para ser um evento cada vez mais sustentável nas mais variadas dimensões”.

Para Roberta Medina, Vice-Presidente do Rock in Rio, “O Rock in Rio está totalmente alinhado com a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas e esta edição reforçámos o nosso compromisso para com o futuro ao lançar metas de sustentabilidade até 2030 com as quais publicamente nos comprometemos. Fomos o primeiro grande evento de música a compensar a sua pegada carbónica, há 15 anos, e a ter a certificação ISO 20121 – Eventos Sustentáveis. Pelo caminho foram dezenas de projetos, feitos e 35 milhões de euros investidos em projetos sociais e ambientais (que nos permitiram beneficiar 1 milhão de pessoas, apoiar mais de 200 entidades, financiar 28 projetos da UNESCO e auxiliar 56.000 beneficiários anualmente). E não iremos parar por aqui. O futuro é agora”.

Estes murais artísticos serão, no final do festival, divididos em várias peças de arte únicas que irão integrar o Leilão Solidário do Rock in Rio Lisboa 2022 na plataforma da eSolidar.

Para a Galeria de Arte Urbana, “foi com muito gosto que a Galeria de Arte Urbana da Câmara Municipal de Lisboa se associou a esta iniciativa para fazer a curadoria através do convite a alguns artistas, na sua maioria artistas emergentes da cena artística em Portugal, para intervir em espaços diferentes no recinto, tendo por tema o projeto que o RiR desenvolveu em colaboração com a ONU para promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) através arte. 

Estes tipos de iniciativas enquadram-se naqueles que são os princípios fundamentais da GAU, dentro do que é a disseminação da cultura em Lisboa, e da sua missão de promoção do graffiti e da street art em Lisboa, dentro de um quadro autorizado e segundo uma ótica de respeito pelos valores patrimoniais e paisagísticos, em oposição aos atos ilegais de vandalismo que agridem a Cidade.”

Este ano, além dos murais e das habituais guitarras autografadas por artistas que passarão pelos palcos desta edição, como António Zambujo ou Bárbara Tinoco, o leilão vai contar pela primeira vez com o contributo da Liga Portugal. 

Comprometida com um futuro melhor, mais saudável e equilibrado, a instituição junta-se, assim, ao festival doando bolas oficiais da próxima época, assinadas também por artistas que estarão no Rock in Rio, e por Embaixadores da Liga Portugal e jogadores emblemáticos do panorama futebolístico português. O leilão arranca já hoje com os primeiros artigos, sendo que as bolas oficiais da próxima época ficarão disponíveis a partir da próxima semana, uma vez que as mesmas serão oficialmente apresentadas ao público no próximo dia 18 de junho, em plena Cidade do Rock, com muitas surpresas e momentos especiais.

“É um grande orgulho para a Fundação do Futebol – Liga Portugal associar-se a um evento como o Rock in Rio, que é de escala mundial. Além desta forte componente de Responsabilidade Social, neste caso o da sustentabilidade dos oceanos, à qual a Fundação do Futebol está intrinsecamente ligada, a Liga Portugal orgulha-se de fazer o lançamento oficial da temporada 2022-23 no primeiro dia deste conceituado festival. Este é um momento especial para nós, que simboliza o arranque não oficial da nova época. 

Com outras perspetivas, mas com o mesmo profissionalismo. O Futebol Profissional Não Para!”, afirmou Pedro Proença, Presidente da Liga Portugal e da Fundação do Futebol.

O valor arrecadado será doado a dois projetos sociais de âmbito distinto – um projeto de reflorestação numa zona de baldios (Fafião e Pincães, no Concelho de Montalegre), em parceria com a FSC – Forest Stwerdaship Council; e um projeto em parceria com a Associação Oceanos Sem Plástico de sensibilização nas escolas para a proteção dos oceanos e de limpeza de praias, marcando assim o mês em que a cidade de Lisboa recebe a Conferência dos Oceanos das Nações Unidas.

Memória Descritiva dos Murais da Cidade do Rock Continente Chef’s Garden

Mafalda MGThree wise monkeys – See no junk food, hear no junk food, eat no junk food. Vivemos numa sociedade habituada a conveniências. 

Com o aparecimento das cadeias de fast food em 1921, o facilitismo do acesso à alimentação rápida e barata trouxe mais prejuízos do que benefícios.

Hoje em dia, embora haja um número crescente de opções de fast food mais saudáveis, a maioria das cadeias de fast food ainda pode ser classificada como junk food. O foco foi abordar o tema da alimentação saudável de uma maneira mais humorística e apelativa, através da representação do ditado dos três macacos sábios.

MIUDO

Esta pintura procura apelar para a proteção do nosso planeta através da adoção de uma alimentação sustentável.

Ao centro, a figura principal da obra utiliza a maçã como representação simbólica do alimento saudável, orgânico e de acesso a todas as pessoas do planeta, enquanto as mãos – todos nós – o protegem com amor.

Nos extremos e de forma lúdica, encontram-se legumes e vegetais humanizados que procuram reforçar a seriedade e a importância de promover a mudança para hábitos sustentáveis.

A obra foi realizada com técnica mista entre o spray e a tinta aquosa, recorrendo a cores que se aproximam não só de um ambiente festivaleiro mas que possam também destacar as várias cores dos alimentos frescos e saudáveis Bosque EFFE

Nesta pintura mural encontram-se ilustrados elementos que representam as alterações climáticas, com foco na fauna e flora existentes e também as energias renováveis, aqui representados com a força da água e ondas. As cores, linhas fortes e elementos que interagem entre si, têm como objetivo chamar a atenção de quem vê este mural para as questões das energias renováveis e das alterações climáticas, dois pontos muito importantes para todas as espécies que habitam o planeta.

Galp Music Valley C’Marie e Egrito

Tendo em conta a ambiência do Rock in Rio e os objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), decidimos focar-nos em diversos conceitos para a concretização do nosso mural. Inspirámo-nos nas smart cities e nas energias renováveis, trazendo para a pintura referências visuais como a estrada, os prédios, as eólicas, mas também as palavras-chave e cores do fundo, azuis e amarelos, que fazem alusão aos mares, ventos e ao sol.

Procurámos também salientar a energia e determinação da Humanidade, a sua capacidade de adaptação, superação e transformação, rumo a um futuro com maior consciência social, ambiental e económica. Os rasgados aludem à necessidade de disrupção, de mudança, de ação imediata, na esperança de um amanhã melhor, desenhado com mudanças inteligentes e reais, onde imperem as parcerias, a cooperação e sinergias entre países – aqui representados pelos diferentes rostos.

Rock Your Street

2CarryOn

Agenda Plural

Uma abordagem à temática da igualdade de género, numa densa mistura de elementos visuais, fauna e flora, que resulta num hino à diversidade cultural. Através de um carácter ilustrativo, rico em cor e textura, é abordada a pluralidade, em estreita ligação com a ecologia e a sustentabilidade, colocando o planeta terra na centralidade da agenda. A visão de um mundo plural e sem barreiras, com um objetivo comum, o de continuar…

Jaqueline Arashida

OFERENDA, por Jaqueline Arashida

Este projeto tem como intenção nos lembrar da importância de respeitar todas as culturas e suas religiões, de forma a nunca silenciá-las.

O mural tem como inspiração a festa do dia 2 de Fevereiro, que tem como tradição – na cultura popular brasileira – reverenciar Iemanjá, rainha dos mares e da fertilidade. Flores seguem em barcos, velas são acesas na beira do mar, comidas são cultuadas e a dança faz o corpo espelhar o movimento das ondas. Como já dizia Clara Nunes, memorável cantora e compositora brasileira: “não sei se é conto de areia ou se é fantasia, que a luz da candeia alumia pra gente contar”. Saravá

Los Pepes

The Sun Loves Everyone

Somos gangsters of love. Somos pelo amor, pela paz e pela igualdade. Somos pelos direitos das pessoas, dos animais e do ambiente. Somos de todas as cores. Somos gangsters of love. Somos pela partilha e pela tolerância. Somos pelo afecto e a bondade, pela alegria e pela euforia porque mesmo na tristeza temos sempre um sol para partilhar com alguém.

Sobre os artistas

2CarryOn

Filho de Lisboa, a infância foi vivida num contexto rural. Com o regresso à capital, na adolescência, surge o gosto pelas letras, com o envolvimento nas subculturas urbanas e no movimento graffiti. Já com um gosto artístico, e com a procura por uma via profissional, a aposta do ensino secundário foi a António Arroio com o curso de Design Comunicação.

Licenciado em Design Gráfico pela Escola Superior de Artes e Design, em Caldas da Rainha, recordo frequentemente uma expressão que por lá ouvi: “designer, é alguém que é sensível a tudo o que o rodeia”, constatei que essa é a minha essência de vida. Criativo por natureza, considero-me um problem solver, um maker. Por vezes comunico melhor através de esboços. Cometo erros, assumo-os, pois é com eles que aprendo e evoluo. 

Não rejeito o conhecimento e procuro sempre novas formas de fazer acontecer. Dotado de visão analítica, por vezes estratégica, procuro sempre novos desafios.C’Marie e Egrito

João Margarido (n.1991) e Constança Bettencourt (n.1992) são egrito e c’marie, a dupla de artistas visuais portugueses que forma o coletivo Dúbio.

Trabalham em conjunto desde 2014, unindo ilustração e design, na elaboração de pintura de murais e de projetos para empresas e entidades.Sempre que possível, trabalham com as comunidades, acreditando que a experiência dos envolvidos democratiza o conceito da arte e acrescenta valor ao produto final.

Na sua prática, e de forma simbiótica, procuram combinar as diferentes linguagens plásticas – entre rostos e expressões, contrastam fundos de cores fortes, formas orgânicas e gestos da experimentação e procura.EFFE

Effe é um artista multi-discipilinar nascido no Alentejo. No seu trabalho ilustra as interações entre o ser humano e o ambiente que o rodeia, usando cores contrastantes e linhas fortes. Actualmente o seu trabalho divide-se entre projetos de street art e tatuagem. 

Jaqueline Arashida

Jaqueline Arashida, comunicóloga e artista visual brasileira, reside em Lisboa há 6 anos. Carrega em seu trabalho a tentativa de mesclar as suas raízes brasileiras com raízes de outras terras, com o intuito de representar corpos, rituais e formas em constante movimento – entre o tempo real e o seu tempo imaginado. Estuda diversas linguagens artísticas e gosta de misturar técnicas e aprendizagens no seu processo, seja barro, acrílico, tecidos ou poesia.

 

Los Pepes

Los Pepes Studio é uma dupla de artistas visuais portugueses, Meggie Prata (n.1993) e Francisco Leal (n.1992). O background dos dois artistas, ligado às artes plásticas e ao design, juntou-os no Mestrado de Arte e Design para o Espaço Público, onde se conheceram e se formaram como equipa em 2015.

 

O seu trabalho, focado principalmente na arte urbana e pintura, tem um carácter eufórico que se exprime através de cores vivas e padrões geométricos. O processo criativo da dupla passa por um diálogo visual entre os dois artistas, desenvolvendo os projectos de forma dinâmica e intuitiva. Os seus murais podem ser vistos principalmente em Portugal, tendo também trabalho em França e na Hungria.

 

Mafalda MG

Nasce nos anos 90 em Cascais. Inicia o percurso em artes em 2009, quando ingressa na Escola Secundária Antonio Arroio em Comunicação Audiovisual, especializando-se em Fotografia. Frequenta dois anos de licenciatura na Anglia Ruskin University em Cambridge, onde aprofunda o gosto por Ilustração.

 

Termina a Licenciatura em Desenho em 2017 na Faculdade de Belas Artes. Em 2018 ingressa no Mestrado em Pintura na FBAUL onde termina a parte curricular.

Já viu o seu trabalho em galerias em exposições a solo e colectivas. A nível urbano, pode ser encontrado no Cacém, Graça, Cascais, Campolide, Massamá e agora Loures.

 

MIUDO

Miúdo, pseudónimo artístico de Jorge Cordeiro, iniciou o seu percurso nas artes em 1999 com o graffiti, sendo atualmente um artista de Street Art assente na pintura de realismo e com foco especial em retratos de pessoas e animais.

Sobre o Rock in Rio Lisboa 2022

A 9.ª edição do Rock in Rio Lisboa está agendada para os dias 18, 19, 25 e 26 de junho de 2022, com mais música e novos conteúdos. Além do Palco Mundo, por onde passarão astros como Muse, Duran Duran, a-ha, Black Eyed Peas, Ellie Goulding, Post Malone, Anitta, Jason Derulo, entre outros, o festival apresenta um novo conceito Galp Music Valley por onde passarão nomes como Ney Matogrosso, IZAL, Miss Caffeina, António Zambujo, José Cid, Linda Martini, The Black Mamba, Bárbara Tinoco, Iza, Delfins, Moullinex & Xinobi, Mundo Segundo & Sam The Kid, Piruka, entre tantos outros. 

Nova virá, também, a Rock Your Street, que esta edição abraça a pluralidade e recebe grandes nomes da World Music como Bombino, Jupiter&Okwess, Paulo Flores e Prodígio, Arooj Aftab, Omar Souleyman, Johnny Hooker, Titica, Idiotape, entre outros. Já o Palco Yorn vai iluminar os talentos dos bairros e receber nomes mais consagrados da cena urbana como 9Miller, Malabá, Eva RapDiva, Phoenix RDC, Ary Rafeiro, GORGnation e nomes emergentes como Danny the Dawg, G Fema, entre outros. 

Na Cidade do Rock há, ainda um novo Continente Chef’s Garden que traz propostas gastronómicas de renomados chefs portugueses como Justa Nobre, Miguel Castro e Silva, Noélia Jerónimo e Vítor Sobral. Neste espaço há, também, um palco onde se juntam a Gastronomia e o Entretenimento, recebendo momentos musicais e momentos de food & entertainment com curadoria do estrela Michelin Ljubomir Stanisic.

Nesta edição os festivaleiros ainda poderão visitar uma nova Game Square com vários conteúdos do universo do gaming, assistir às apresentações dos maiores nomes do digital no Super Bock Digital Stage (um palco interativo onde não faltarão TikTokers, Podcasts e todos os mais recentes fenómenos das social medias como Toy, Gilmário, Terapia de Casal, Os Primos, Pierre Fago, Team BRK, entre outros), novos formatos de entretenimento no ESC Online Sports Bar, uma nova Roda Gigante PiscaPisca e o regresso do 7Up Slide. 

Acreditando que o futuro se constrói hoje, o Rock in Rio pretende ainda reforçar, com este regresso ao Parque da Bela Vista, o seu compromisso em ir ainda mais longe, lançando um conjunto de metas de sustentabilidade até 2030 que visam aumentar o seu impacto positivo nos pilares social, ambiental e económico.

Alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável promovidos pela ONU, estas metas começam já a ser concretizadas nas edições de 2022 do festival – em Portugal e no Brasil – e propõem-se, ao longo dos próximos anos, a formar100 mil pessoas, ser 0% de resíduos em aterro em todas as edições do festival, ter zero desperdício alimentar em todas as edições, envolver 100% dos stakeholders na sua política de sustentabilidade, ser um evento 100% acessível, inclusivo e plural, e garantir todas as condições de segurança, saúde e bem-estar adequadas a 100% dos envolvidos na construção da Cidade do Rock.

Site oficial do Rock in Rio Lisboa:www.rockinriolisboa.sapo.p

Site oficial do Rock in Rio no Rio de Janeiro:https://rockinrio.com

Sala de Imprensa:www.imprensa.rockinriolisboa.sapo.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Subscribe!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Next Post

Rock In Rio Dia 25 e 26 de Junho de 2022

O rotasesabores.pt esteve presente nesta edição do Rock In Rio 2022, e pela primeira vez estive presente neste evento...

Rock in Rio Lisboa

Tempo de leitura: 14 min
0