Restaurante Peixola Apresenta Carta Assinada pelo Chef Vitor Hugo

Situado na Rua do Alecrim, uma das mais emblemáticas ruas de Lisboa!

O Peixola é já um espaço emblemático onde se pode provar diversas iguarias do mar, combinadas com elaborados cocktails, ao balcão, e num ambiente sofisticado e intimista.

A nova carta Peixola, agora com assinatura do Chef Vítor Hugo (Eleven, 100 Maneiras), introduz uma combinação de pratos inovadores que evidenciam a simplicidade e riqueza dos próprios ingredientes, aqui reinventados pelas mãos do Chef e sob a influência das diferentes cozinhas do mundo.

“Gravlax de salmão com zimbro e molho de endro”, “Ostras com maracujá e espuma do mar”, “Sopa fria de clorofila de espinafres com garoupa marinada e pó de avelã” ou “Taco de polvo com molho de caril vermelho e coentros” são apenas algumas das sugestões desta nova carta.

Os ingredientes são sempre frescos, da época e selecionados pelo Chef Vitor Hugo, que garante “nem sempre vamos ter ostras, por exemplo, pois nem sempre encontro as ostras mais frescas. Isso pode acontecer.

Mas na mesma medida, também podemos ter surpresas, caso eu me depare com algum ingrediente e resolva fazer um prato especial, só para aquele dia”. O Chef recomenda ainda finalizar a refeição com o “Petit Gateaux de caramelo com gelado de frutos vermelhos”, um dos ex libris da casa.

A carta de bebidas também está diferente. Os vinhos e espumantes ganham novo protagonismo nesta carta que é também rica em Cocktails, em particular de Rum.

A localização privilegiada do Peixola, próximo de diversas casas de espetáculos e teatros da capital, e a demanda dos clientes, ditaram a necessidade de alargar o horário de funcionamento do restaurante para permitir, aos mais notívagos, a possibilidade de cear ou jantar um pouco mais tarde.

Nasce, então, o “Maré Alta”, um horário especial, até às 02h00, disponível apenas de quarta a sábado.

O restaurante Peixola está ainda disponível nas plataformas Glovo e Uber Eats, sendo possível degustar toda a carta em casa ou surpreender num jantar de amigos.

Alguns dos pratos incluem um cartão com dicas do Chef Vitor Hugo para poder servir e empratar, como um profissional.

O Peixola abriu portas em 2016 e apostou num espaço inovador, centrado no grande balcão revestido a marmorite, uma técnica artesanal e manual cada vez menos usada que confere ambiente mais sofisticado.

O balcão central tem capacidade para 30 pessoas, havendo ainda algumas mesas para quem preferir um ambiente mais reservado.

Nuno Correia Pereira é um dos empreendedores responsáveis por este e outros projetos que, nos últimos anos, têm vindo a trazer “novidade” à cidade de Lisboa.

“Em 2013, abrimos a Espumantaria do Cais, no Cais do Sodré, um espaço com uma seleção única de espumantes nacionais, algo que não existia em Lisboa”, refere Nuno Correia Pereira.

“Atualmente estamos com quatro projetos, todos em fases de crescimento distintas: a Espumantaria do Cais, a Espumantaria do Petisco, o Peixola e o Ferroviário, o antigo Clube Ferroviário que abrirá ao público totalmente remodelado já no próximo mês de maio.

Em 2017, alcançámos ainda um dos nossos sonhos com o lançamento do nosso próprio espumante, o “Da Casa”, que se encontra à venda em todos os nossos espaços”, acrescenta o responsável.

Área total do espaço: 100m2

Lugares sentados – 30 lugares ao balcão e 8 lugares mesa

Horário: Domingo a 2ª das 19h às 0h00, 4ª a sábado das 18h às 02h00

Ticket médio – 25€/30€.

Morada:

R. do Alecrim 35, 1200-014 Lisboa

Reservas – Tel: 213460011

Share.

Dia Internacional dos Monumentos e dos Sítios

A Arthemisia, organizadora da exposição de M. C. Escher, o ‘génio das construções impossíveis’, convida a celebrar o Dia Internacional dos Monumentos e dos Sítios, dia 18 de Abril, no Museu de Arte Popular.

 Com um bilhete de preço reduzido (4€), os visitantes têm a oportunidade de conhecer mais de 200 obras, equipamentos didáticos e experiências interativas para todas as idades na 1ª mostra do artista holandês em Portugal, um sucesso de bilheteira que conta já com mais de 80 mil visitas.

Parte do mérito de Escher reside na ampliação das possibilidades imaginativas de quem contempla o seu trabalho. Ciência, natureza, rigor, geometria, capacidade analítica e contemplativa fundem-se para dar lugar a uma perspetiva visionária, com múltiplas leituras e interpretações, numa obra cuja temática se relaciona em permanência com o conceito do impossível.

A arquitetura teve uma presença muito marcante nos seus trabalhos, funcionando como influência e inspiração claras no mundo do design. A exploração do infinito e as metamorfoses geradas pela repetição de padrões geométricos são duas das suas principais características.

Compreender o universo criativo patente em “Escher” é mergulhar numa linguagem complexa, que se traduz em obras intrigantes e eminentemente originais, únicas no panorama da História de Arte. Apropriada pelas novas tecnologias, o que em si sublinha a passagem no teste do tempo, a arte de M. C. Escher patente na exposição trazida a Lisboa promete não deixar ninguém indiferente. 

Secções da exposição

Com mais de 200 obras disponíveis, a exposição organiza-se em 7 âmbitos: 

1 – Período Inicial

2 – Tesselações

3 – Estrutura do Espaço

4 – Metamorfose

5 – Paradoxos Geométricos

6 – Obras por Encomenda

7 – Eschermania

Share.

E o melhor gelado português é… da Fragoleto!

Manuela Carabina, fundadora da Fragoleto, venceu a edição portuguesa do Gelato Festival com o “Gelado do Mediterrâneo” e vai representar o nosso país na final europeia que se realiza em 2020 em Bolonha (Itália).

Para produzir o melhor gelado português, Manuela Carabina apostou em frutos secos típicos da região do Mediterrâneo como a alfarroba, amêndoa, avelã e figo. Uma original combinação que mereceu a escolha do júri português composto por chefs e responsáveis pela formação profissional para o setor alimentar.

A edição portuguesa do Gelato Festival realizou-se no passado dia 13 de abril, na Batalha, no âmbito da feira Tecnipão – feira profissional de máquinas, equipamentos e matérias-primas para a panificação, pastelaria, confeitaria, chocolataria e geladaria.

Atualmente na 9ª edição, o Gelato Festival é o mais importante evento internacional dedicado ao gelado italiano. Desenrola-se em diferentes momentos ao longo de três anos. Após o apuramento dos melhores gelados de cada país, realiza-se em 2020 a final europeia em Bolonha.

Antes porém, em 2019, a Arábia Saudita vai receber a competição do resto do mundo para selecionar os melhores que se juntam aos finalistas europeus. A competição culmina no campeonato do mundo – Gelato Festival World Masters – que se realizará em 2021.

Esta não é a primeira vez que Manuela Carabina vê premiado o seu talento de criação de gelados originais e de excelência. Em 2016 foi a vencedora do “Prémio do Júri” do concurso GELATO ITALIANO – O MELHOR GELADO ITALIANO EM PORTUGAL”, uma iniciativa da Câmara de Comércio Italiana.

Acompanhe estas e outras novidades da Fragoleto através da página de Facebook www.facebook.com/geladosfragoleto/.

*****

A Fragoleto nasceu em 2005 e tem-se afirmado como uma marca portuguesa que conjuga a tradição gelateira italiana com a inovação e as novas tendências de consumo.

A Fragoleto venceu em 2016 o  “Prémio do Júri” “do concurso GELATO ITALIANO – O MELHOR GELADO ITALIANO EM PORTUGAL”, uma iniciativa da Câmara de Comércio Italiana para Portugal. Para avaliar o melhor gelado de Portugal, o júri composto pelos representantes da Camera di Commercio Italiana per il Portogallo, da Embaixada de Itália e do Istituto Italiano di Cultura, fez uma “prova cega” de três sabores de gelado – avelã, chocolate e pistácio – tendo a Fragoleto sido a vencedora.

Localizada no nº 61 da Rua da Prata, a Fragoleto está aberta todos os dias entre as 11h00 e as 20h00.

Rua da Prata nº61
Lisboa
@geladosfragoleto
Ligar 21 347 9472
Share.

PORTUGALFASHION FW 18/19

UMA VERDADEIRA CIDADE DA MODA
NO MAIOR PARQUE URBANO DO PAÍS

O PORTUGALFASHION FW 18/19 realizou-se este ano no Parque da cidade do Porto, (Megaestrutura com 10 mil m2 de área total). O rotasesabores.pt passou por lá mais uma vez e registou o momento, apesar de estar bem organizado, e deixo aqui os meus parabéns á organização pela excelente iniciativa, pessoalmente a nível de instalações, gestão de espaços comuns, wc, bar e passereles, continuo a preferir a realização do evento na Alfandega do Porto. Face ás intempéries digamos que foi uma noite molhada á entrada e saída do evento, a principal vantagem que retirei desta nova localização é a facilidade de acessos ao local do evento.

Deixo-vos então com o line up do evento!

  • ▪ Coleções outono/inverno de 2018-19 de Anabela Baldaque, Dielmar, Diogo Miranda, Fly London, Lion of Porches, Luís Buchinho, Luís Onofre, Miguel Vieira, Nuno Baltazar, Katty Xiomara,entre outros.
    ▪ Jovens criadores Inês Torcato e David Catalán em estreia na passerelle principal
    ▪ Júlio Torcato celebra 30 anos de carreira na moda
    ▪ O cartaz desta 42.ª edição do Portugal Fashion inclui um total de 34 desfiles, reunindo 18 criadores, duas duplas de criadores, seis jovens designers e uma marca Bloom, oito finalistas do
    Concurso Bloom, sete marcas de vestuário e seis marcas de calçado
    ▪ Dois espaços de passerelle, com 1.000 m2 cada um, garantem conforto e comodidade a 1.000 espectadores por desfile.
    ▪ Black Room e White Room acolhem todos os desfiles, com abordagens decorativas e dinâmicas de desfiles diferenciadas.

Depois da abertura no novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa, no passado dia 17, o 42.º Portugal Fashion outono/inverno 2018-19 prossegue, entre 22 e 24 de março, no Parque da Cidade do Porto. Os desfiles têm lugar numa verdadeira cidade da moda, já que no maior parque urbano do país está instalada uma megaestrutura (10 mil m2 de área total) com três espaços de passerelle, bastidores, showroom, várias áreas sociais e de lazer, sala de imprensa, entre outras valências. Os três espaços de passerelle perfazem 1.000 m2 cada um, acomodando confortavelmente cerca de 1.000 espectadores por desfile. «Nesta edição, seguimos a lógica organizativa dos grandes shows de moda internacionais, como as fashion weeks de Londres, Nova Iorque e Paris, que privilegiam a realização dos desfiles em megastruturas amovíveis instaladas em locais nevrálgicos das cidades», explica o diretor de comunicação do Portugal Fashion, Rafael Alves Rocha.
«No nosso caso, vamos aproveitar as potencialidades do Parque da Cidade do Porto, um espaço com excelentes condições para a organização de eventos: amplitude, comodidade, bons acessos, aprazibilidade, etc.. Em termos de conforto e funcionalidade, quer para os protagonistas dos desfiles, quer para os nossos convidados, é uma magnífica solução», acrescenta o mesmo responsável. «Importa salientar, a propósito, que o Portugal Fashion gosta de inovar na seleção dos locais de realização dos desfiles. Ora, desta vez construímos uma verdadeira cidade da moda, procurando assim reforçar a capacidade promocional, a linguagem estética e a mundividência autoral de criadores e marcas. Algo que já aconteceu em Lisboa, com os desfiles no novo Terminal de Cruzeiros», lembra.
«Grandes estruturas amovíveis emprestam conforto, funcionalidade e informalidade aos desfiles de moda. A existência de três espaços de passerelle – White Room, Black Room e Bloom – possibilita, por exemplo, agilizar o calendário de desfiles, segmentar públicos e facilitar a circulação dos espectadores», sublinha Rafael Alves Rocha.

Por outro lado, «temos espaço e comodidades para realizar um showroom com 70 expositores de vários setores da moda». Desta forma, «estamos a cumprir os princípios da reorientação estratégica do Portugal Fashion, que passa pelo envolvimento crescente de diferentes players sectoriais e também pelo desenvolvimento de sinergias com setores complementares à moda, sobretudo associados ao lifestyle e às indústrias criativas».
«O objetivo é fortalecer o apoio a marcas portuguesas nos domínios do design e da criatividade, enquanto fatores de competitividade económica. Esta união de forças, competências, valências e networks dará certamente maior abrangência ao trabalho promocional do Portugal Fashion, quer numa perspetiva sectorial, quer numa perspetiva de criação de valor», conclui Rafael Alves Rocha.

Programa de desfiles muito heterogéneo
Quanto à line up, Rafael Alves Rocha garante «um programa de desfiles muito heterogéneo, como é apanágio do Portugal Fashion. Temos moda de autor de grande qualidade, quer assinada por criadores consagrados, quer por jovens designers, mas também propostas comerciais de vestuário e calçado, vertente que o evento sempre privilegiou». Para esta 42.ª edição do Portugal Fashion, foi programado um total de 34 desfiles, reunindo18 criadores, duas duplas de criadores, seis jovens designers e uma marca Bloom, oito finalistas do Concurso Bloom, sete marcas de vestuário e seis marcas de calçado.

No novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa foram reveladas as propostas para a próxima estação fria
de Storytailors, Alexandra Moura, Susana Bettencourt, Pedro Pedro, Alves/Gonçalves, Carlos Gil e
TM Collection by Teresa Martins. Seguem-se mais 27 desfiles no Porto, arrancando o programa com os oito finalistas do Concurso Bloom. Depois têm lugar os desfiles de seis jovens designers e uma marca na passerelle Bloom, dedicada a novos talentos. Ainda a 22, Anabela Baldaque, Estelita Mendonça e Júlio Torcato encerram o cartaz.

Casacos longos e vestidos em organza bordada marcam a nova coleção de Anabela Baldaque, intitulada “Aurora”. A estação fria da criadora também se faz de peças de malha, com quadrados e
xadrez, e mangas elaboradas, franzidas, drapeadas e plissadas. Estelita Mendonça vai certamente surpreender com linhas e materiais inusitados, como é seu hábito. A celebrar 30 anos de carreira, Júlio Torcato apresenta uma coleção que alia o corte clássico ao sportswear. O criador privilegiou os tecidos técnicos, as malhas, os pelos, os lisos e as estruturas, os piquets, as riscas gráficas e o nylon, enquanto nas cores avultam o azul royal, o laranja, os beges, os verdes e o preto.

No 3.º dia de desfiles, o programa inicia-se com a estreia de Inês Torcato e David Catalán na passerelle principal do evento, depois da experiência ganha pelos dois jovens criadores na plataforma Bloom e em eventos internacionais com o apoio do Portugal Fashion. Inês Torcato aposta nos jogos de texturas e numa linguagem gráfica, enquanto David Catalán explora, na sua nova coleção, uma estética associada ao escutismo.

Materiais texturados de algodões e lãs compactas destacam-se na nova coleção de Carla Pontes,outra jovem designer que fez o tirocínio no Bloom. Segue-se a marca de vestuário Pé de Chumbo, com propostas em que o urbano se mistura com o romantismo bucólico. Outra marca de pronto-avestir,a Meam, apresenta uma coleção em que matérias e formas opostas se combinam inesperadamente.

De destacar os estampados luxuosos e originais em peças simples de linhas arquitetónicas, bem como os detalhes de cor, golas requintadas e tecidos brilhantes contrastando com formas e volumes simples.

De regresso da Semana da Moda Masculina de Paris, como apoio do Portugal Fashion, Hugo Costa
vai demonstrar que o punk não morreu. A coleção do jovem criador lançado pelo Bloom traduz essa premissa, através do uso da cor e de combinações de matérias mais agressivas e coordenados justapostos de forma não convencional.

Depois, Luís Buchinho traz-nos uma coleção feita de materiais resistentes e formas protetoras e indutoras de mobilidade. Sob a designação “Night Drive”, as novas propostas do criador são dominadas pelo preto em diferentes tons, brilhos e opacidades. Mangas raglã, cinturas definidas e sublinhadas, punhos e ombros alongados em ribs canelados, escapulários compridos, bolsos de chapa amplos e acolchoados matelassée marcam aestação fria de Buchinho.

Peças esvoaçantes, transparências e cortes ousados caracterizam os novos looks de Micaela Oliveira. “Woodland” é o nome de uma coleção inspirada na abrangência e nos contrastes da natureza, na qual a criadora explora tecidos e rendas que remetem para o ambiente enigmático dos bosques sombrios. A terminar o 3.º dia de Portugal Fashion, Miguel Vieira vai agitar a passerelle com o rock & roll que inspira a sua nova coleção, para a qual desenhou silhuetas esguias contrastando com formas volumosas.

Depois da participação em janeiro na Milano Moda Uomo, com o apoio do Portugal Fashion, Miguel
Vieira regressa à passerelle com propostas não apenas para homem mas também para mulher, neste caso com peças volumosas de cintura marcada e ombros esguios. Preto caviar, azul-marinho, verde azeitona e dourado são as cores em destaque na coleção, enquanto nos materiais a preferência vai para os jacquards, os tecidos com lurex, as malhas, os estampados em flocado sob fazenda, o pelo falso, as lantejoulas, a napa, os tecidos laminados e os plissados.

O último dia do 42.º Portugal Fashion arranca com dois nomes de peso: Nuno Baltazar, com uma coleção sofisticada e elegante, e Katty Xiomara, que aposta em assimetrias e contrastes, com diferentes texturas e volumes. A seguir, seis marcas de calçado (Ambitious, Fly London, J. Reinaldo, Nobrand, Rufel e The Baron’s Cage) confirmam a vitalidade de uma fileira fortemente exportadora.

(Fotos do evento em rotasesabores.pt)

Quatro reconhecidas marcas de vestuário portuguesas, Concreto, Ana Sousa, Lion of Porches e Dielmar assumem a passerelle na reta final do 42.º Portugal Fashion. Na nova coleção da Concreto
predominam os jacquards florais reinterpretados em tons neutros. Já Ana Sousa reinventa o vestuário de diferentes épocas históricas, com formas contemporâneas e comerciais.

A Lion of Porches leva à passerelle o seu casual wear descontraído mas sofisticado, enquanto as novidades da Dielmar para a estação fria são as lapelas largas e as calças com pregas.

(Fotos do evento em rotasesabores.pt)

No final do 42.º Portugal Fashion, Luís Onofre traz à passerelle o requinte do seu calçado e
marroquinaria de luxo.

(Fotos do evento em rotasesabores.pt)

Mas é a Diogo Miranda que cabe encerrar o evento, com as suas propostas de alta-costura. Cortes assimétricos, decotes profundos e volumes definem a nova coleção do criador, cujo ponto de partida foi o cristal de um candelabro de família. Diogo Miranda procura transmitir «uma imagem imponente, sofisticada, severa e austera» com esta coleção outono/inverno.

Para terem acesso a mais fotos da cobertura do evento por parte do rotasesabores.pt basta visitarem este link!

Resta dizer que o Portugal Fashion – um projeto da responsabilidade da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, desenvolvido em parceria com a ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal – é cofinanciado pelo Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização – Compete 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Agradecimentos:  ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários

Créditos texto: press_kit_porto by portugalfashion.com

Créditos Fotos do Evento: rotasesabores.pt

Share.

HomeAway faz doação de 20.000€ para ajudar a reabilitar habitações no concelho de Arganil, em Coimbra!

“A HomeAway decidiu apoiar a associação Just a Change, mais concretamente o programa Reabilitar Portugal, que tem como missão ajudar na reconstrução de casas afetadas pelos incêndios do ano passado. Para a HomeAway é muito importante ser um parceiro ativo nesta tão necessário e urgente reconstrução e assim ajudar famílias a terem novamente um lar e a voltarem a criar memórias nas novas casas, junto dos que lhes são tão queridos.”, explica Sofia Dias, responsável comunicação da HomeAway para o mercado português

O concelho de Arganil, na região de Coimbra, foi um dos mais afetados pelos incêndios de 15 de outubro. Cerca de 200 habitações arderam, bem como centenas de barracões agrícolas vitais para a subsistência de várias famílias. Para além da destruição provocada pelos incêndios, Arganil era já um concelho com muita pobreza habitacional e que tem sofrido bastante desertificação. Em Arganil, pretende-se reabilitar 44 habitações, 7 barracões e 3 instituições. Com a doação de 20.000€, a HomeAway conseguirá ajudar a cumprir estes objetivos.

Segundo António Bello, diretor executivo da Just a Change, “com esta doação vamos poder intervir nos conselhos que foram atingidos pelos incêndios. Todos nós sabemos o que se passou em 2017 e há centenas de famílias que ficaram sem as suas casas e, como tal, há muito trabalho a fazer. Com este apoio da HomeAway vamos ajudar pelo menos 5 famílias a voltarem a ter a sua casa reabilitada. Para além do mais, vamos poder levar também 50 voluntários, que transmitem esperança e alegria a estas comunidades, que, neste momento, precisam de ser animadas”.

Passados alguns meses, os apoios e os esforços para reabilitar Portugal continuam a ser necessários e apenas um trabalho contínuo e prolongado no tempo conseguirá trazer resultados e novas casas às famílias afetadas pelos incêndios. Para António Bello, “apoios como o da HomeAway são essenciais ao nosso trabalho. O nosso trabalho é para aqueles que não podem pagar e, portanto, receber o apoio de empresas que se juntam a nós e que caminham ao nosso lado para então podermos chegar aos que mais precisam, é importantíssimo.”

Por outro lado, Sofia Dias acrescenta que “o portal HomeAway® é um portal de alojamento de casas para férias e, por isso, quando conhecemos a Just a Change, encontrámos uma ponte entre a nossa atividade, as casas para férias e a missão da Just a Change – reconstrução de casas. É muito importante para a HomeAway ajudar com este primeiro apoio, mas também será importante ver a evolução do projeto, casa a casa e acompanhar a reação e o feedback das famílias. É um projeto muito gratificante para nós enquanto empresa socialmente responsável”

António Bello reforça ainda que “felizmente, há cada vez mais empresas a aliarem-se a causas sociais e a perceberem que o impacto social é uma causa importante para todos”.

A filosofia de Responsabilidade Social assume-se para a HomeAway como um dos pilares centrais da nossa política de recursos humanos, em que apostamos em dinâmicas sociais que aportam um impacto extremamente relevante no quotidiano da sociedade, comunidade local, colaboradores e, por conseguinte, na relevância social da marca.

O filme sobre a doação da HomeAway ao projeto “Reabilitar Portugal” da associação Just a Change pode ser visualizado aqui:

© 2018 HomeAway.  All rights reserved.  HomeAway and the Birdhouse logo are trademarks of HomeAway.  All other trademarks are property of their respective owners.

Sobre a HomeAway

 HomeAwayTM com sede em Austin (Texas), especialista em alojamentos para férias online há mais de 30 anos, com uma rede de portais que representam mais de 2 milhões de alojamentos únicos em 190 países e pertence ao Grupo Expedia. Através da HomeAway, proprietários e gestores profissionais que por sua vez oferecem um vasto leque de oferta de casas para férias que oferecem aos viajantes experiências memoráveis e benefícios, incluindo mais espaço para descansar e mais privacidade. A HomeAway reúne atualmente várias marcas líderes em alojamento local como HomeAway.comVRBO.com, e VacationRentals.com nos Estados Unidos; HomeAway.co.uk e OwnersDirect.co.uk no Reino Unido; Fewodirekt na Alemanha; Abritel.fr e Homelidays.com em França; HomeAway.es e Toprural.es em Espanha; AlugueTemporada.com.br no Brasil; HomeAway.com.au e Stayz.com.au na Austrália; Bookabach.co.nz na Nova Zelândia; e na Ásia, HomeAway.asia.

Share.

Produtos saudáveis e de produção sustentável são a tónica deste mercado!

O Mercado Gourmet está de volta ao Campo Pequeno com a melhor oferta de produtos gastronómicos das várias regiões de Portugal continental e ilhas: azeite, mel, queijos, vinhos, licores e cervejas artesanais, cogumelos, pão, ervas aromáticas, chás, compotas e chutneys.

O Campo Pequeno recria o espírito dos mercados de rua mas com a criatividade e tendências da era moderna, conferindo, nesta 6.ª edição, uma tónica especial à vertente alimentação saudável e produtos biológicos.

Embaixador desta edição, o Nutrichef Duarte Alves,  traz-nos, Domingo, dia 4 de Março pelas 12h00, uma Sessão de Showcooking “Consciência Alimentar e Cozinha Nutricional”, onde irá confecionar refeições saudáveis com produtos do Mercado Gourmet. Esta colaboração decorre também no seguimento do lançamento do seu primeiro livro “A Cura Pela Alimentação Alcalina”.

Formador e consultor de Consciência Alimentar e Cozinha Nutricional com superalimentos, Duarte Alves  realizou formações e cursos de cozinha nacional, internacional, ovo lacto-vegetariana, macrobiótica e vegan, e no ramo da hotelaria foi Cozinheiro e Chef de Cozinha em Hotéis de 4 e 5 estrelas.

De entre as estreias, destacamos a presença de um conjunto de produtores nacionais que pela primeira vez dão a conhecer as suas criações neste mercado: a Gleba, que produz pão com cereais 100% nacionais, a Quinoa Portuguesa, que vem de Barcelos onde encontrou as condições ideias para ser produzida, a Wine to Eat, cuja novidade é o caviar de vinhos, os cogumelos Shiitake, produzidos em buracos de troncos de árvores que a Casa do Chascade apresenta em várias opções, os YEP-Young Extra Virgin Olive Oil Producers, que mostram ao mundo a qualidade do azeite virgem extra transmontano, o Bistrô da Bekas que nos trás a sua pasta de pimentos com queijo de cabra e poejo, vencedora do Prémio Agroinovar 2018, na categoria de lácteos/2018, a YogurtNest, que inventou uma iogurteira natural que faz iogurte de modo sustentável, entre muitos outros.

Na vertente vegan e biológica, com métodos de produção naturais, processos de fabrico sustentáveis, inovações na utilização de produtos e na conjugação de sabores, estarão presentes expositores como a Mother Bio, a Eatitude, a Biobeira e a Quinoa Portuguesa.

Ao longo dos 3 dias do Mercado Gourmet, será possível provar cervejas artesanais, petiscar de forma descontraída algumas iguarias da Hamburguesia – hamburgueres de carne maturada – da La Contessa – especializada em carpacio, ceviche e piadinas – que traz também o seu Bellini, um cocktail italiano, típico de Veneza, feito com vinho Prosecco gaseificado e puré de pêssego.

O Mercado Gourmet já tem o seu lugar na agenda dos eventos de sabores gourmet nacionais. Esta edição dá continuidade ao projecto do Campo Pequeno que tem como objectivo constituir-se como parceiro preferencial de pequenos produtores, criando o espaço e o momento para ser um forte motor de divulgação e de negócio destes empreendedores”, refere Vasco Cornélio, responsável pela iniciativa.

O Mercado Gourmet decorre de 2 a 4 de Março e a entrada tem o valor de 2€, sendo que 1€ é dedutível em compras de valor igual ou superior a 8€.

Consulte a programação para os dias 2, 3 e 4 de Março clicando (Aqui).

Local: Campo Pequeno

Data: 2 a 4 de Março
Horário: 12h00 às 21h30 (Domingo encerra às 20h30)

Preço: 2€ (1€ dedutível em compras iguais ou superiores a 8€) – gratuito para crianças até aos 11 anos.

Sobre o Campo Pequeno

Construído em 1892 sob um projeto do arquiteto Dias da Silva, o Campo Pequeno é um ícone da cidade de Lisboa e um dos mais notáveis edifícios de estilo neoárabe de Portugal. Com a reconversão concluída em 2006, o Campo Pequeno transformou-se numa sala polivalente, onde tanto podem ter lugar corridas de toiros como concertos, bailados ou eventos corporativos.

O Campo Pequeno conta com um centro comercial com 60 lojas, 20 restaurantes, 8 salas de cinema e um supermercado. Situado numa artéria principal da cidade de Lisboa, é servido por uma ampla rede de transportes, entre os quais o metropolitano, com saída direta para a área comercial e ainda um amplo parque de estacionamento subterrâneo com capacidade para 1.250 automóveis.

Share.

O Inverno vai ganhar uma nova luz e conforto no Tivoli Carvoeiro, o pitoresco hotel localizado junto à colorida vila piscatória. Com uma vista inigualável para o oceano Atlântico e para as dramáticas escarpas da costa algarvia, o Sky Bar Carvoeiro acaba de reabrir com um conceito ímpar: um Winter Bar com uma carta de cocktails e bebidas exclusivas para celebrar o inverno em grande estilo.

Localizado no topo da unidade de referência que lhe dá o nome, o Sky Bar Carvoeiro assume-se assim como o local de eleição para usufruir do delicioso sol de Inverno desta região, numa experiência incomparável que apela aos sentidos.

As mil e uma cores do impressionante pôr-do-sol e a moldura criada pelas arribas rochosas e grutas misteriosas serão os coprotagonistas do momento, bem como as sugestões do Winter Menu, que une os grandes clássicos das bebidas quentes à personalidade e ADN próprios do Sky Bar.

Os Hot Cocktails prometem fazer as delícias de todos aqueles que procuram inspiração elevada em estado líquido. Os fãs de chocolate quente não passarão sem o Chocolate Quente na Caneca da Avó – a combinação perfeita entre Rum Kraken, laranja, canela, chocolate e chilli – ou o Chocolate Quente Chartreuse, que alia Chartreuse verde a chocolate, leite e natas para assim adoçar o espírito.

Quem prefere uma experiência sensorial mais complexa encontra no The 7 Caves in Land a opção mais indicada, uma simbiose sublime entre Dey Manguey, Imperial Lapsang Souchang, romã, Porto Ruby, lima e bitters de laranja, ou o clássico Mulled Wine, que une, com mestria e a elevadas temperaturas, Vinho São Miguel Tinto, laranja, canela, mel, brandy e estrela de anis.

E porque um Winter Menu não estaria completo sem os grandes favoritos, a sofisticada carta contempla ainda uma grande seleção de cafés e chás, além de diversos outros cocktails quentes que deixarão uma marca indelével no palato.

O desafio é simples: abandonar as rotinas e a monotonia do dia-a-dia e rumar a sul para um refúgio de descontração e relaxamento, onde o céu encontra o mar. O Winter Bar do Sky Bar Carvoeiro funciona das 15h00 às 20h00 até à Páscoa.

Nota ao editor:

A Tivoli Hotels & Resorts faz parte da Minor Hotels e gere 13 hotéis em Portugal, no Brasil e no Qatar. Com mais de 80 anos de existência, a Tivoli Hotels & Resorts destaca-se pela oferta de experiências únicas que dão a conhecer o mais autêntico em cada destino, e por um serviço inovador e de excelência. Em Portugal, a Tivoli está presente nos principais destinos turísticos: da cosmopolita cidade de Lisboa, à romântica vila de Sintra e às praias e campos de golfe do Algarve. No Brasil, marca presença na vibrante cidade de São Paulo e na calorosa Bahia. No Qatar, adicionou ao seu portfólio o Souq Waqif Boutique Hotels by Tivoli no centro histórico de Doha.

A Tivoli Hotels & Resorts integra a Global Hotel Alliance, uma aliança mundial com mais de 35 marcas hoteleiras, que oferecem aos seus clientes o programa de fidelização DISCOVERY. Este programa dá acesso a fantásticas experiências locais, para além de privilégios e serviços personalizados em mais de 550 hotéis.

facebook.com/tivolihotels

instagram.com/tivolihotels

youtube.com/tivolihotels

twitter.com/tivolihotels

A Minor Hotels (MH) é proprietária, operadora e investidora em hotéis a nível internacional, contando atualmente com 156 unidades em funcionamento. A MH explora entusiasticamente novas possibilidades no mercado hoteleiro e detém um portefólio variado de propriedades, concebidas para atrair diferentes tipos de viajantes e responder a novas paixões e necessidades pessoais. A MH está presente em 24 países com as marcas Anantara, AVANI, Oaks, Elewana, Tivoli, Four Seasons, St. Regis, Marriott e unidades Minor International, distribuídas pela região Ásia-Pacífico, Médio Oriente, África, Oceano Índico, Europa e América do Sul. Com planos de expansão das marcas existentes e uma estratégia de crescimento por aquisições estratégicas em novos mercados, a MH tem a visão de um mundo apaixonante e interligado. Para mais informações, consulte www.minorhotels.com.

Share.

 Tivoli Promove Ação Pioneira de Recrutamento pelo País para Reforçar a sua Equipa com 300 profissionais!

A Tivoli Hotels & Resorts vai percorrer o país, de 26 de fevereiro a 3 de março, com um roadshow de recrutamento para as unidades do Algarve. O Tivoli Talent Tour procura assim os novos talentos da hotelaria e turismo, tendo um total de 300 vagas para preencher em diversas áreas e variadas modalidades de contrato.

Durante uma semana, um autocarro de dois andares personalizado especialmente para este momento vai passar por seis cidades – Évora (26 de fevereiro), Castelo Branco (27 de fevereiro), Coimbra (28 de fevereiro), Leiria (1 de março), Setúbal (2 de março) e Vilamoura (3 de março) – e levar a cabo um processo de recrutamento altamente diferenciado e dinâmico com o apoio dos municípios, escolas e universidades locais.

Direcionado quer a jovens licenciados em busca de um trabalho de verão ou permanente, quer a jovens à procura de um novo desafio profissional, o processo de entrevista e seleção de candidatos é da responsabilidade de uma equipa de recursos humanos e de elementos-chave das diversas áreas de atuação, como F&B, housekeeping ou front office,com possibilidade de contratação no momento.

De forma a enriquecer e valorizar o Tivoli Talent Tour, este roadshow vai promover workshops especializados em diversas áreas, sob a chancela de qualidade a que a marca já habituou e com o input dos profissionais das reconhecidas unidades do grupo nesta região.

“O Tivoli Talent Tour é uma iniciativa que tem como principal objetivo o recrutamento de novos profissionais que possam enriquecer ainda mais as nossas equipas. Neste sentido, esperamos contratar cerca de 300 pessoas para desempenhar um grande conjunto de funções nas diversas áreas de modo a garantir o serviço de excelência que se espera da insígnia Tivoli, nas diversas áreas operacionais, como restauração, bar, housekeeping e front office, refere Jorge Beldade, Diretor Regional de Operações da Minor Hotels para o Algarve.

O grande final está reservado para o dia 3 de março, em Vilamoura, que receberá um Open Day no Purobeach Poolside, o espaço exclusivo do Tivoli Marina Vilamoura e um dos pool lounges mais procurados na região.

Incrições e envio do CV para o email[email protected]

 

A Tivoli Hotels & Resorts conta com quatro marcantes e icónicos hotéis ao longo da costa algarvia: o Tivoli Lagos, que se encontra, atualmente, em renovação e com abertura prevista para abril, o Tivoli Marina Portimão, o original empreendimento junto à marina e ao rio Arade, o Tivoli Carvoeiro, que prepara o primeiro ano completo de atividade após uma remodelação profunda e a reconversão para cinco estrelas, e o Tivoli Marina Vilamoura, que abrirá em breve o Centro de Congressos do Algarve.

Sobre o Tivoli :

A Tivoli Hotels & Resorts faz parte da Minor Hotels e gere 13 hotéis em Portugal, no Brasil e no Qatar. Com mais de 80 anos de existência, a Tivoli Hotels & Resorts destaca-se pela oferta de experiências únicas que dão a conhecer o mais autêntico em cada destino, e por um serviço inovador e de excelência. Em Portugal, a Tivoli está presente nos principais destinos turísticos: da cosmopolita cidade de Lisboa, à romântica vila de Sintra e às praias e campos de golfe do Algarve. No Brasil, marca presença na vibrante cidade de São Paulo e na calorosa Bahia. No Qatar, adicionou ao seu portfólio o Souq Waqif Boutique Hotels by Tivoli no centro histórico de Doha.

A Tivoli Hotels & Resorts integra a Global Hotel Alliance, uma aliança mundial com mais de 35 marcas hoteleiras, que oferecem aos seus clientes o programa de fidelização DISCOVERY. Este programa dá acesso a fantásticas experiências locais, para além de privilégios e serviços personalizados em mais de 550 hotéis.

facebook.com/tivolihotels

instagram.com/tivolihotels

youtube.com/tivolihotels

twitter.com/tivolihotels

A Minor Hotels (MH) é proprietária, operadora e investidora em hotéis a nível internacional, contando atualmente com 156 unidades em funcionamento. A MH explora entusiasticamente novas possibilidades no mercado hoteleiro e detém um portefólio variado de propriedades, concebidas para atrair diferentes tipos de viajantes e responder a novas paixões e necessidades pessoais. A MH está presente em 24 países com as marcas Anantara, AVANI, Oaks, Elewana, Tivoli, Four Seasons, St. Regis, Marriott e unidades Minor International, distribuídas pela região Ásia-Pacífico, Médio Oriente, África, Oceano Índico, Europa e América do Sul. Com planos de expansão das marcas existentes e uma estratégia de crescimento por aquisições estratégicas em novos mercados, a MH tem a visão de um mundo apaixonante e interligado. Para mais informações, consulte www.minorhotels.com.

Share.

“O CHOCOLATE EM LISBOA”

Celebra a sua 5ª edição no Campo Pequeno!

Entre 1 e 4 de Fevereiro, o Campo Pequenowww.campopequeno.com – vai promover pelo quinto ano consecutivo ‘O CHOCOLATE EM LISBOA’, uma iniciativa para a qual é esperada a participação de chefs de pastelaria de restaurantes e hotéis com estrelas Michelin, mestres chocolateiros, inúmeros produtores/marcas nacionais e expositores de todo o mundo, prontos a dar a conhecer as suas propostas aos cerca de 26 mil visitantes esperados.

Com um programa diversificado e convidativo, dirigido a apreciadores e curiosos de todas as idades, O CHOCOLATE EM LISBOA’deste ano terá como ponto incontornável o Choco Cooking, com fantásticas e elucidativas sessões sobre a arte de cozinhar e trabalhar o chocolate, levadas a cabo ao vivo por reconhecidos chefs de pastelaria e mestres chocolateiros.

Entre estes contam-se Carlos Valente – Hotel Vila Vita e Américo Santos – restaurante Belcanto (ambos com duas estrelas Michelin), Francisco Siopa – Hotel Ritz-Carlton Penha Longa, Ricardo Tiago, da Casa de Chá da Boa Nova, Tiago Bonito, do Hotel Casa da Calçada, Patrícia Godinho, do restaurante Eleven (estes 4 com uma estrela Michelin) e Francisco Moreira, formador na Calebaut Academy Belgium.

Adicionalmente, o Campo Pequeno vai ainda acolher um vasto alinhamento de chefs* cujas criações incluem chocolate nos seus ingredientes. Serão mais de 30 sessões distribuídas pelos 4 dias do evento, diariamente entre as 11h00 e as 21h00. *Lista completa no final do comunicado.

No Sábado, dia 3, o destaque irá para os Workshops*. “Os Celíacos e o Chocolate” é um dos sugeridos no âmbito da saúde, mas há mais propostas. A pensar nas famílias, o Workshop Delícia de Chocolate com Cremoso de Morango, promete deliciar miúdos e graúdos.

“A Rota do Cacau Venezuelano” vai por o cacau no mapa deste que é um dos países produtores de excelência da América do Sul. A participação nos Workshops é feita mediante inscrição e pagamento antecipado através do endereço eletrónico [email protected]. *Programa completo de Workshops no final do comunicado.

 O primeiro dia d’O CHOCOLATE EM LISBOA’ servirá também para anunciar os vencedores do concurso “Chocolates da América Latina”, um desafio lançado até 28 de Janeiro (www.ochocolateemlisboa.com/copia-regulamento-concurso) aos apreciadores das artes culinárias com chocolate para destacar a excelência na elaboração de produtos com cacau proveniente de países da América Latina, numa de três categorias possíveis: tablete, bombom ou trufa.

Para Vasco Cornélio, Responsável pela Área de Eventos do Campo Pequeno, “as potencialidades do mundo do cacau e do chocolate são imensas e o interesse crescente do público nesta iniciativa mostra-nos que há margem para crescermos e nos abrirmos ainda mais ao mundo”.

 A organização do evento tem como consultores especializados a equipa constituída por Odete Estevão e Luis Ascenção, Presidente do Cacau Clube de Portugal e Consultor de Pastelaria, respetivamente.

Os bilhetes para entrada têm o valor de 2€ para crianças dos 6 aos 11 anos e de 4€ para o público a partir dos 12 anos; a entrada é gratuita para crianças com idade igual ou inferior a 5 anos.

*Programa de Workshops:

 

Título Tema Informações
 

Chocolate de origem no Brasil: Desafios  

e Oportunidades

 

O Brasil atravessa um momento transformador no que diz respeito ao cacau e ao chocolate de origem, produzidos a partir de amêndoas de cacau de qualidade e por pequenos produtores. O Chef Lucas Corazza tem acompanhado este processo e vai abordar os desafios e as oportunidades que o mesmo abre. Desgustação de chocolates.

 

3 de Fevereiro, 12:00h

Salão Nobre do Campo Pequeno

Preço: 10€ (inclui entrada no “O Chocolate em Lisboa”)

Max. 40 pessoas

 

 

Os Celíacos

e o Chocolate

 

 

Podem os celíacos comer chocolate? Todos ou só alguns? Esta dúvida e outras relacionadas com a dieta isenta de glúten serão esclarecidas pela nutricionista Rita Jorge, da Associação Portuguesa dos Celíacos. Degustação de chocolates.

 

3 de Fevereiro, 13:30h

Salão Nobre do Campo Pequeno

Preço: 10€ (inclui entrada no “O Chocolate em Lisboa”)

Max. 20 pessoas

 

Delícia de Chocolate

com Cremoso

de Morango

 

 

Se já é divertido cozinhar com os seus filhos, imagine fazê-lo usando chocolate e com ajuda de uma verdadeira profissional do chocolate – Céu Carvalho, da Céu Chocolatier. O workshop é destinado a pais e filhos, dos 6 a 12 anos.

 

3 de Fevereiro, 15:00h

Salão Nobre do Campo Pequeno – Preço: 15€ (pai e filho) (inclui entrada no “O Chocolate em Lisboa”) – Max. 10 pessoas

 

 

A Rota do Cacau Venezuelano

 

 

A Venezuela é dos principais países produtores de cacau de excelência da América Latina. Nelson Santos, dos Chocolates El Rey, apresenta as principais plantações da marca existentes neste paraíso do cacau e convida os presentes a provar os diferentes chocolates.

 

3 de Fevereiro, 16:30h

Salão Nobre do Campo Pequeno

Preço: 10€ (inclui entrada no “O Chocolate em Lisboa”)

Max. 20 pessoas

 

 

Vinho e Chocolate, o segredo está

na origem

 

 

Os vinhos e os chocolates combinam de formas que nem imagina! Para aprender a harmonizar estes dois elementos contará com a ajuda de Fernando Melo, crítico de vinhos e comida, o vinho da Quinta do Couquinho e chocolates de plantação da Michel Cluizel Manufacture. Inclui prova de vinhos e chocolates.

 

3 de Fevereiro, 18:00h

Salão Nobre do Campo Pequeno

Preço: 10€ (inclui entrada no “O Chocolate em Lisboa”)

Max. 20 pessoas

*Lista de Chefs Convidados:

  • Carlos Valente – Hotel Vila Vita (duas estrelas Michelin)
  • Américo Santos – Restaurante Belcanto (duas estrelas Michelin)
  • Francisco Siopa – Hotel Ritz-Carlton Penha Longa (uma estrela Michelin)
  • Ricardo Tiago, Casa de Chá da Boa Nova (uma estrela Michelin)
  • Tiago Bonito, Hotel Casa da Calçada (uma estrela Michelin)
  • Patrícia Godinho, Restaurante Eleven (uma estrela Michelin)
  • Francisco Moreira, Formador na Calebaut Academy Belgium
  • Joana Goncalves – Restaurante Quórum
  • Luca Arguelles – Arguelles Atelier
  • Gabriel Campino – Hotel Tivoli Avenida Liberdade
  • Francisco Pavia – Mami
  • Michael Rocha – Hotel Farol Design
  • Ana Sousa e Silva – Com cheiro a chocolate
  • Rita Souto & Angel Reys – Sud Lisboa
  • Paulo Santos – Forno do Beco
  • Bertílio Gomes – Ice Gourmet
  • Pedro Dias – Hotel Marriot Obidos
  • Joaquim Sousa – Ladurée
  • Ann-Kristin Wenzel
  • Aniceto Rocha – Big Seto
  • Salomé Inácio – Hotel Martinhal Cascais
  • Fabian Nguyen – Hotel Ritz Four Seasons Lisboa
  • Nuno Jorge – Cacau Divine
  • Filipe Rato – Porto Bay Lisboa
  • Tony Fernandes – Uau Cacau
  • Carlos Pinto & Frederick Breitenbucher – Hotel Myriad
  • Filipe Martins – Pastelaria Kubidoce
  • Nuno Diniz – Consultor

Sobre o Campo Pequeno

Construído em 1892 sob um projeto do arquiteto Dias da Silva, o Campo Pequeno é um dos mais notáveis edifícios de estilo neoárabe de Portugal. Com a reconversão concluída em 2006, o Campo Pequeno transformou-se numa sala polivalente, onde tanto podem ter lugar corridas de toiros como concertos, bailados ou eventos corporativos.

 O Campo Pequeno conta com um centro comercial com 60 lojas, 20 restaurantes, 8 salas de cinema e um supermercado. Situado numa artéria principal da cidade de Lisboa, é servido por uma ampla rede de transportes, entre os quais o metropolitano, com saída direta para a área comercial e ainda um amplo parque de estacionamento subterrâneo com capacidade para 1.250 automóveis.

Share.

O Farol Hotel não pára de surpreender o nosso palato e desta vez convida-o a um verdadeiro “manjar dos Deuses”, combinando as maravilhosas ostras com o champanhe, para um final de tarde de sonho.

A combinação perfeita está disponível todos os dias, entre as 17h e as 19h: Oysters & Moët on the rocks é a nova proposta do Farol Hotel.

O boutique-hotel de cinco estrelas é um dos mais deslumbrantes do nosso país, com a sua localização de sonho, “sentado” no Oceano Atlântico. Conhecido pelo seu design inesquecível, o Farol Hotel é também exímio na gastronomia.

A escolha é difícil: desde o Restaurante The Mix, até ao Sushi Design da responsabilidade do Sushi Master Nuande Pekel, até aos Bares Farol e On the Rocks, a promessa é de uma viagem de prazer gastronómico inigualável.

A proposta é mesmo irresistível: terminar o dia com o especial Oysters & Moët, embalados pelo som das ondas do Atlântico, e experimentar depois o incrível Sushi Design, e o melhor da gastronomia tradicional  japonesa, num ambiente relaxante e inspirador.

Farol Hotel:

Av. Rei Humberto II de Italia 7

2750-800 Cascais – Portugal

T: +351 21 482 34 90

F: +351 21 486 43 83

http://farol.com.pt/

​GPS: 38.690313 N ; -9.422289 W

Share.

Pela sexta edição consecutiva, a Academia do Centro de Frutologia Compal vai voltar a selecionar 12 empresários frutícolas e atribuir três bolsas de instalação, no total de 60.000€.

Depois de já ter formado 60 empresários frutícolas em 5 anos e de se ter tornado numa formação de referência no setor frutícola a nível nacional, o Centro de Frutologia Compal volta a receber candidaturas para a Academia.

Aqueles que ambicionam ser os fruticultores do futuro podem apresentar a sua candidatura até 23 de fevereiro em www.centrofrutologiacompal.pt.

Podem apresentar candidaturas os empresários frutícolas de norte a sul do país que produzem ou pretendam produzir frutas como Amora, Cereja, Framboesa, Maçã, Mirtilo, Romã, Pera Rocha, entre outras. Este ano há uma novidade: podem também candidatar-se os projetos com kiwi e groselha.

Os 12 selecionados participarão em mais de 80 horas de formação, com visitas a explorações modelo de norte a sul do país e sessões com módulos teóricos tão diversificados como fruticultura, associativismo, tecnologia, sustentabilidade, gestão agrícola e marketing.

O objetivo da complementaridade da formação teórica e prática é permitir aos formandos um contacto com a realidade, com novos modelos de negócio e técnicos altamente especializados, podendo também integrar uma rede de networking, que cresce de ano para ano e possibilita novas colaborações e parcerias entre participantes e importantes players do setor agrícola nacional.

Nos últimos 5 anos, a Academia do Centro de Frutologia Compal formou 60 empreendedores frutícolas, num total de 400 horas de formação em 16 regiões, e atribuiu 300.000€ em bolsas de instalação. O objetivo será continuar a contribuir para formar os fruticultores do futuro, valorizando a fruta nacional.

Sobre o Centro de Frutologia Compal:

O Centro de Frutologia Compal foi criado em 2012 e tem como principal propósito valorizar e promover a fruta nacional, procurando estimular a inovação no setor frutícola e atuar ao longo da Cadeia de Valor da Fruta. Através de um trabalho conjunto, os 27 membros tornam possível a concretização das iniciativas, num conjunto de entidades e organizações do setor Frutícola, instituições académicas, organizações de produtores e empresas de tecnologia agrícola.

Share.

Depois de um primeiro evento de lançamento realizado nos Açores, com o menu 5 Algas 5 Cientistas 5 Pratos, a Go Foodies World Tour prossegue a sua rota com uma primeira paragem internacional.

A cidade escolhida foi a capital espanhola, nos dias 22, 23 e 24 de Janeiro – data da realização daquele que é um dos eventos gastronómicos de maior importância do país vizinho, o Madrid Fusión (e que conta com a participação de conceituados chefs portugueses).

 

Alinhada com este certame gastronómico de impacto não só europeu como mundial, a Go Foodies World Tour vai instalar-se no restaurante M29 (o restaurante do Hotel Miguel Angel by BlueBay) para apresentar 3 jantares, nos três dias acima indicados, com um menu criado por Nuno Nobre em parceria com o premiado chef Manuel Prats que foi um dos chefs internacionais convidados na 1ª edição do Festival do Ouriço-do-Mar, realizado na Ericeira.

Serão 5 pratos protagonizados pelo ouriço-do-mar e o seu principal alimento, as algas. A harmonização vínica ficará a cargo do produtor português Joaquim Arnaud e Quinta dos Plátanos.

Além da excelência de um menu totalmente dedicado ao mar – tema central desta Go Foodies World Tour – os jantares terão um acompanhamento científico em parceira com a Algae4us para uma maior consciencialização da crescente importância das algas à mesa e do respeito que um produto tão nobre como o ouriço-do-mar merece .

Tema que será certamente aprofundado na 4ª edição do Festival do Ouriço-do-Mar, a realizar na Ericeira em Março de 2018, e que conta também com a organização e expertise da Nuno Nobre Consultoria.

Um encontro de saberes e sabores, ingredientes e savoir faire que pretende aproximar cada vez mais, gastronómica e culturalmente, dois países que partilham muito mais que uma península.

Share.
1 2 3 4 20