Facebook
Google+
Instagram
Pinterest
Twitter
YouTube
street food

O termo “Comida de Ruarefere-se a um conceito relativamente novo no Reino Unido, a “street food”. Este tem várias influências e inspirações, no entanto, é geralmente considerado um alimento artesanal vendido nas ruas, ou mais precisamente, não é servido em restaurantes ou cafés.

O termo provavelmente veio da América, onde por vários anos, a mania dos camiões “Roulotes” tem vindo a crescer numa indústria de tamanho considerável. Muitos dos primeiros comerciantes de comida de rua do Reino Unido, tomaram como inspiração os camiões norte-americanos para a comida que servem, para os métodos de confecção e marketing.

 Está a gostar deste artigo?
 Subscreva a nossa Newsletter e receba os nossos artigos no seu email!  (Clique Aqui)

A “Street food” americana seguiu uma abordagem básica para os pratos populares. Reinventar os “clássicos“, desmontar os pratos à sua maneira utilizando os ingredientes principais e, em seguida, ré-projetar-los usando melhores métodos de confecção e ingredientes. Se um cachorro-quente pode “saber bem” com carne reconstituída e  barata, conservantes e qualquer outra coisa que os produtores industriais adicionam aos seus produtos, quanto maior o sabor embalado aplicando grandes cortes de carne, maior será o baixo preço de custo como a sua principal motivação? Embora eles nunca possam competir com as cadeias de fast food no preço ou orçamento de marketing, eles poderiam competir no sabor!

comida de rua 10

A comida de rua é ingerida por 2,5 mil milhões de pessoas por dia em todo o mundo (a Alimentação e a Agricultura das Nações Unidas). Globalmente comida de rua são os confeccionadores de alimentos, lanches e refeições a preços acessíveis servidos por vendedores ambulantes geralmente usando ingredientes locais, frescos para criar pratos populares locais. Num mundo em desenvolvimento, os ingredientes frescos e locais são os mais acessíveis e baratos. Para muitos viajantes ocidentais, os sabores, o aroma, e o puro teatro de alimentos preparados na beira da estrada, forneceu a inspiração para a grande parte dos alimentos disponíveis nas ruas da Grã-Bretanha de hoje.

A natureza multicultural da sociedade britânica, igualmente, aumenta o desenvolvimento de comida de rua no Reino Unido. A indústria da restauração tem sido tradicionalmente uma das mais acessíveis para as pessoas que se deslocam para o Reino Unido, como pode ser visto na popularidade da comida chinesa, curries indianos, e kebabs da Turquia ou Grécia. Muitas vezes, os imigrantes vão para o Reino Unido cozinhar pratos do seu país de origem, que reforcem a cultura culinária da nossa nação. Nas cidades multiculturais do Reino Unido muitos dos comerciantes de comida de rua cozinham os alimentos de infância dos seus pais.

Os pratos servidos nas ruas, têm sido muitas vezes equivalentes á comida de rua vendida no seu país de origem; que são mais propícios a ver Dosas, Chaat ou Jhal Muri de frango tikka masala, ou banh mi em vez de Pad Thai.

Este conceito de comida de rua já chegou a Portugal!

Comida de Rua8

O projeto Comida de Rua nasceu há poucos meses, pois após perder o emprego, Isabel Tavares, 40 anos, delegada de propaganda médica, decidiu arriscar.

“Sempre tive aquele sonho adormecido, que gostava de por a cozinha mais em prática”.

Apercebendo-se que o conceito street food tá em ascensão lá fora, principalmente no que respeita à qualidade, decidiu com o marido, João Soares, e o amigo Daniel Azevedo, dois outros sócios neste projeto, avançar, e entraram em contato com o arquiteto italiano Andrea Carletti e a sua Street Food Mobile, que altera as  motas Piaggio, e as transforma em autênticas cozinhas ambulantes.

Este novo conceito de Comida de Rua tem atraído atenções e tem um sabor irresistível!

 As sandes de leitão quentes servidas com uma rodela de laranja  são um sucesso,apenas a 4 euros, assim como as de cavala e a vegetariana (com berinjela, cogumelos, queijo da ilha e tomate seco).

“A ideia é pegar nos produtos tradicionais e dar-lhes um toque diferente”.

As bolas de Berlim sem recheio, que podem ser recheadas com Nutella, são uma das novidades. No futuro irá surgir a limonada e as infusões com hortelã e menta. O mais difícil para Isabel tem sido, a obtenção de licença para poder estacionar esta cozinha ambulante na rua.

Mas poderá encontrar o Comida de Rua   em vários locais de Matosinhos, no Metro da Sra da Hora  e na Avenida dos Aliados, no Porto. Com o apoio do Shark -Tank português irá expandir-se por outras zonas do país, principalmente para Lisboa.

Contatos:

Comida de Rua  facebook  

Créditos fotos Comida de Rua

Share.

2 comentários

    • Olá Helena,

      Obrigado pelo seu comentário, e ainda bem que gostou do post. É sempre bom sabermos que gostam dos temas que abordo aqui no blog 🙂
      Passei pelo seu blog e gostei muito daquilo que vi, continue o bom trabalho!
      Cmpts…

      Paulo Pontes
      Owner rotasesabores.pt

Leave A Reply

Subscribe!

Conhece a Comida de Rua?

Tempo de leitura: 3 min
2